Vinhos para o verão!

Vinhos para cada estação do ano, sim eu sou dessas. O clima muda e a minha taça também! A variedade de vinhos é enorme, países diversos produzem toneladas de estilos de vinhos e porque eu deveria ficar fechada em apenas um estilo de vinho? Não, definitivamente não mudar a sua taça não irá elevar o seu conhecimento no mundo do vinho. Então chegando o verão, é temporada de escolhermos novos rótulos! E a minha ideia é toda semana voltar com o post fixo “Minha Taça” e mostrar todos os vinhos que recomendo para essa temporada.

Porém, hoje eu irei dar as dicas técnicas bem fáceis para você acertar na escolha do vinho. Afinal, mudam as estações, mudam os alimentos, férias, festas e obviamente a temperatura de tudo!

Se o clima esquenta,  em média todos os estados brasileiros apresentam temperatura acima de 25 graus chegando facilmente aos 40 graus em algumas regiões no verão, pensamos que comidas mais leves e bebidas mais frescantes é a melhor pedida. 

Vinhos para o verão ideal:

 

MENOS TANINOS: Estou falando de deixar de lado aqueles vinhos que você olha a ficha técnica e diz que o vinho passou 12 meses no carvalho, não foi filtrado e no caso dos tintos o contato com a casta foi mínimo, apenas o necessário para a extração da coloração desejada e dos taninos, podemos incluir os vinhos roses nessa descrição. E obviamente, o – nenhum contato – com as cascas se refere aos brancos.

MAIS ACIDEZ: É a vez dos brancos brilharem! São eles os vinhos que apresentam maior concentração de acidez, assim como os espumantes. Os Rosés também são boas pedidas para o verão, principalmente os com coloração mais clara e sem contato com madeira. Os tintos que se encaixam nessa categoria são principalmente provenientes de castas como Pinot Noir e Gamay. E o clima frio é um grande favorecedor de uvas mais frescas e menos maduras.

MENOS ÁLCOOL: O calor faz com que bebamos muito mais líquido, a hidratação é fundamental. E o consumo de álcool em excesso logo é sentido pelo seu organismo. Então as bebidas menos alcoólicas combinam mais com o clima quente do verão. Algumas castas são naturalmente de pouca maturação concentrando assim menos açúcar para trasnformar em álcool, assim como  o clima frio não permite uma maturação tão intensa. A dica aqui é evite os Malbecs da Argentina, Tannat do Uruguai e Cabernet do Chile. E entre os vinhos menos alcoólicos encontramos os refrescantes espumantes em sua total variedade de uvas e países.

Essa semana ainda entra um vídeo com dicas de vinhos para essa temporada longa de verão que nos esperam. E se você ainda não me acompanha pelo YOUTUBE, é só clicar no link: https://www.youtube.com/user/laschicasdelaxampi

 

 

 

Deixe uma resposta